29 de outubro de 2012

Capitulo 24_Uma enorme surpresa




  Eu pensei que iria desmaiar, ou estava vendo coisas, mas quando ele deu aquele lindo sorriso percebi que estava ali de verdade, não estava consseguindo respirar, aquelas coisas ruins que senti voltaram, meus olhos estavam marejosos, passei muitas coisas boas com ele, mas ruins também, as mais duídas, mas o meu sonho estava realizado, ele estava inteiro, David estava perfeito como sempre.

_David?_ perguntei pra ter certeza, não estava acreditando, minhas pernas estavam bambas, as lágrimas caíam com força, como se a gravidade estivesse puxando ainda mais e eu não tinha força para levantar o braço para limpá-las.
_Ai meu Deus que saudade._ falou se aproximando lentamente, eu não aguentei e saí correndo e o abracei da farma que eu mais precisava.
_ David... Co... Como está aqui? O... O que houve?_ estava em prantos.
_ É uma longa história!_ falou apenas.

 Continuamos abraçados, eu estava o apertando mais que tudo e ele estava meio que me segurando pra mim não cair, eu estava sentindo falta daquilo, muita falta, só eu sei o quanto sofri, o que deve ter acontecido? Como ele estava aqui? Ele não estava em coma? Eu estava ficando maluca, a camisa dele já estava toda molhada pelas minhas lágrimas, estava sentindo muita falta daqueles braços fortes me envolverem, o calor dele, o cheiro dele... Me separei dele assim que conssegui, olhei bem pra seus olhos azuis, estavam marejosos também até uma lágrima cair, mas rapidamente ele a limpou.

_ Sel onde tem... Ai meu Deus..._ My apareceu e ficou paralisada.
_ Eu tenho que ir mesmo, mas... David eu... Cara não sei nem o que falar, eu... Eu estou muito feliz... Eu... Não... Eu não consigo entender, mas... Eu tenho que ir._ David apenas deu um belo sorriso e abraçou o amigo._  Tchau “Amor”._ E me deu um pequeno selinho, na hora apenas arregalei os olhos e fiquei imóvel, Justin apenas se foi, me virei devagar pra David olhando pra baixo, quando criei coragem o olhei, ele ainda me olhava com aquele lindo rosto, mas não mostrava nenhuma emoção, nem nos belos olhos, eu voltei a chorar, até escutar um barulho que fez ele e eu de imediato, meus olhos se arregalaram ao ver My no chão.
_Ai meu Deus Miley_ David saiu de perto de mim e foi ver My, eu só continuei ali parada, eu estava ali, agora, naquele exato momento? Eu não sabia mais de nada._ Sel me ajuda._ Acordei quando David pediu ajuda.
_ Vamos lá pra dentro_ falei e ele apenas a pegou no colo e fomos entrando, tive que observar todos, parei na porta deixando David entrar e olhei pra todos. Primeiro foi Demi que arregalou os olhos e se levantou do colchão se desvincilhando dos braços de Joe, Zack também assustou se sentando de imediato, Taylor estava mexendo no celular, Nick e Joe estavam olhando sem entender, do nada Nick levantou as sobrancelhas e Joe arregalou os olhos, Taylor apenas olhou pra ver o que estava acontecendo e ficou paralisada.
_ David... My... O... O que ta acontecendo?_ Demi falou quase caindo também, sua respiração estava falha e ela estava completamente assustada como os outros.
_ Érr..._ David começou a falar._ Ela me viu e... Desmaiou._  Nick se levantou e pegou Miley de seu colo a deitando no colchão que de imediato acordou meio lesada.
_ My... My sou eu, o Nick_ Nick começou falar com ela.
_ Eu sei_ falou, mas olhou de novo pra David._ Como é possível?_ ela se levantou tão rápido que cambaleou, se Nick não a tivesse segurado ela teria caído.
_Miley fica quieta, senta aqui._ Nick falou e todos permanecia calados.
_ Não._ falou e foi até David, e não conseguiu segurar o choro._ O... O que ta fazendo aqui? Voce estava em coma e na Suíça. David é voce mesmo? _ Ele apenas deu um riso segurando as lágrimas que teimavam em cair, então ele a abraçou.
_ Eu estava sentindo tanta falta de voces._ falou chamando Demi para se juntar ao abraço, Demi foi com a mesma cara de espanto, mas o abraçou junto com My, eu e os meninos apenas ficamos parados, depois eles se soltaram do abraço e David olhou em volta._ Pelo visto mudou muita coisa depois que eu fui embora. Acho que estão fazendo uma festinha do pijama.
_ Isso mesmo._ My falou se juntando ao Nick.
_ Está namorando Miley?_ falou rindo_ enfim._ ela apenas riu e chorou, sei lá.
_ Não sei se lembra de mim..._ Nick começou a falar mais David o atrapalhou.
_ Sim, voce é o cara que apresentou no teatro, lembro também na casa do Justin, quando My passou mal e voce queria levá-la embora, mas quem acabou levando foi eu._ Ele riu e Nick abaixou a cabeça rindo sem graça. Ele olhou pra Demi..._ E voce Demetria, voltou com o Zack?_ falou vendo Demi ao lado de Zack.
_NÃO_ os dois disseram de uma vez, então ela abraçou o Joe.
_ Não sei se lembra dele, mas agora eu estou com ele, eu voltei com o Zack, mas acabei ficando com o Joe por que não deu muito certo entre eu e ele e eu e Joe já nos gostava a muito tempo.... É um longa história_ Joe apenas riu do jeito que a namorada estava.
_É... Eu perdi muita coisa._ falou olhando pra mim, eu estava encharcada de tanto chorar, meu coração doeu como se ele estivesse tentando colocá-lo de novo mais no lugar errado._ bom, acho melhor eu ir embora, eu só vim pra dar um oi pra voces e falar que to de volta.
_ NÃO._ gritei e todo mundo se assustou._ Não vai, fica aqui com a gente.
_ Não, estou atrapalhando a festinha de voces, voces vieram pra dormir e eu não, então é melhor eu ir._ falou.
_ Eu não vou dormir mais essa noite._ falei o mais rápido possível e ele me olhou sem consseguir dizer algo._ precisamos converssar, liga pra sua família, seu pai, fala que vai ficar aqui com a gente, por favor, eu vou ficar louca se voce for sem nenhuma explicação._ ele parou um pouco me olhando, e pra mim demorou muito.
_ Vou ver se meu pai vai deixar._ ele falou e todos riram e suspiraram na hora de alívio, então ele pegou o celular e foi na direção da cozinha, quando ele sumiu por completo eu olhei pro chão com os olhos arregalados e minha respiração saiu mais pesada e rápida, não estava me importando com os olhares preocupados, eu encostei na parede e My, Demi e Taylor vieram até mim.
_ Voce está bem?_ Taylor perguntou e eu apenas assenti.
_ O que aconteceu?_ My perguntou e eu apenas a olhei não entendendo._ lá fora com o Justin, na hora que o David apareceu, o que aconteceu?_ ela perguntou ainda mais eufórica.
_ Calma My, para._ Demi, como sempre a certinha.
_ Eu só tava com Justin, aí ele chegou e eu... Eu quase desmaiei e..._ respirei fundo_ eu não quero falar sobre isso.
_ Tudo bem Sel._ Demi falou me abraçando,_ eu também to assim, eu... Eu não to entendendo nada._ apenas a abracei de volta. Então David voltou e nós nos separamos e o olhamos.
_ Meu pai deixou, falou que eu estou entre amigos antigos e tal, sabe como é._ falou rindo, eu respirei fundo.
_ Então..._ Joe falou pra quebrar o clima estranho._ Que filme vamos assistir agora?_ falou.
_ Suponho que seja comédia._ Nick falou e My pulou em cima dele.
_ Acertou, precisamos rir um pouquinho_ então todos nós nos acomodamos no colchão, todos como casalzinho, eu e David sentamos um do lado do outro, mas não triscamos nem o dedinho mindinho um no outro e isso estava me deixando louca, nós dois estávamos tão diferentes um do outro. O filme começou e eu  comecei assistir, mais quando me dei conta já tinha perdido quase a metade, todos riam, menos eu que não via graça nenhuma, ouvia alguns risos forçados também, olhei David do canto do meu olho, e ele olhava pra televisão, mas era como se ele não estivesse vendo nada, não se mexia, não piscava e nem ria, olhei pra televisão de novo e minha respiração saiu mais rápida como se eu estivesse ficando sufocada, meus olhos encheram de lágrimas de novo, não estava conseguindo segurar.
_ Precisamos converssar._ falei e ele me olhou como se eu acabesse de acordá-lo dos pensamentos.
_ Eu concordo_ Virei pra ele o olhando fixamente nos olhos, e depois me levantei recebendo todos os olhares, então David também se levantou.
_ Onde vai?_ My falou se sentando.
_ Vamos apenas converssar_ falei segurando sua mão que imediato me deu choque e o senti tremer um pouco_ Vamos pro meu quarto._ falei o puxando.

 Ele apenas me seguiu, subimos as escadas correndo, e fomos pro meu quarto, separamos nossas mãos só quando liguei a luz do quarto e fechei a porta atrás, ele ficou parado olhando o quarto, só se moveu até uma parede que eu colava um monte fotos, e lá estava cheias de fotos nossas.

_ Não mudou nada._ falou_ seu quarto continua o mesmo... Estava sentindo saudade disso, o mesmo cheiro.
_ Não consegui tocar em nada depois do que aconteceu._ falei me sentando na cama e cruzando as pernas como borboleta em cima da cama, ele se virou pra mim e veio se sentar  ao meu lado_ Como... Como acordou?_ já fui direto ao assunto.
_ Acordando_ brincou mais ninguém riu._ Eu apenas.... Nasci de novo, abri os olhos, num lugar estranho, não me lembrava de nada, não conseguia me mexer._ eu já estava chorando de novo, mordendo o meu lábio o mais forte possível para que não saísse som da minha boca._ Foi tão estranho, eu fui uma criança novamente tentando aprender a andar_ ele parou pra segurar as lágrimas que ameaçavam cair._ Eu não quero passar por aquilo de novo.
_ Nem eu_ falei olhando as lágrimas dele caírem._ Voce não sabe pelo que eu passei, foi tão doloroso, foi... Foi a pior experiencia da minha vida_ respirei fundo e limpei minhas lágrimas_ mas, quanto tempo ficou... Dormindo?_ Ele parou.
_ Um mes, perdi o natal, o ano novo, é como.... Eu... Não vivi esse tempo, foi algo inexplicável, eu perdi umas datas tão especiais, pra mim também foi muito dolorido, voce não sabe o quanto, acordar e perceber que todo o tempo passou, mas era como se eu tivesse dormido apenas uma noite, e quando eu acordei dessa longa noite, não consseguia mais me mexer, apenas os olhos e um pouco o pescoço e o pior, se encontrar todo enfaixado, com marcas pelo corpo, isso, isso me deixou marcas pra que eu nunca mais esqueça do ocorrido._ Ele levantou a camisa e mostrava o peitoral definido e lindo mais na lateral esquerda, a pele estava marcada como queimaduras, eu comecei a me desmanchar em lágrimas, aí me lembrei que ele havia quebrado a perna.
_ E sua perna?_ perguntei com a voz abafada, ele desceu a camisa.
_ Fizeram uma cirurgia e ta tudo bem._ falou simplesmente fungando e limpando as lágrimas_ Quase amputaram meu dedinho, mais não precisou. Foi um tempo muito sofrido.
_ Tenho certeza que foi._ falei_ mas como sua mãe deixou voce vir pra ca?
_ Aí é que ta._ o olhei sem entender._ Quando eu acordei, fiquei com uma música na cabeça, nunca mais consegui esquece-la, eu me lembro muito bem dela, quando cantei ela pela primeira vez percebi que minha mãe tinha ficado um pouco abalada e eu sempre cantava quando queria até minha mãe falar..._ Ele parou.
_ Música?
_ Everything's cool yeah, It's all gonna be okay yeah, And I know Maybe I'll even laugh about it someday But not today, no _ Ele parou e eu franzi o cenho e apertei meu lábio inferior mais não prestou pra nada, eu estava chorando. Oh Deus, ele se lembrava da música que compus pra ele!_ 'cuz I don't feel so good I'm tangled up inside My heart is on my sleeve Tomorrow is a mystery to me_ Ele parou e me olhou_ Minha mãe me falou um tempo depois que foi você que cantou pra mim no hospital, que você compôs, eu... Eu não sei nem o que falar, eu... Eu me lembrei de algo que aconteceu quando eu estava dormindo, quando eu estava em coma... Eu... Voce me ajudou de certa forma, eu nunca deveria ter saído daqui de perto de você, minha mãe reconheceu que você me amava de verdade e então me deixou voltar, mas ela me falou que talvez fosse tarde demais._ Eu respirei fundo, olhei pras minhas pernas sem saber o que falar.
_ Voce... Voce se lembra da música toda?_ perguntei.
_ Não... Na verdade nem do refrão direito_ falou olhando pras minhas mãos que estavam em minhas pernas, fiquei louca para escondê-las, mas me contive.
_ Quer que eu cante pra você?_ Perguntei o olhando e ele me olhou também e deu um lindo sorriso.
_ Claro_ olhei pras minhas mãos de novo e segurei a dele, ele me olhou e eu também o olhei.
_ Vem comigo._ levantei e o puxei e me sentei ao lado do teclado que tinha no meu quarto, eu provavelmante deveria usar o piano, mas ele estava na sala então optei pelo teclado._ Eu cantei pra você com o violão, mas vou tocar teclado mesmo, no som do piano, por que o piano ta lá na sala e...
_ Ta tudo bem._ ele parecia ancioso. Respirei fundo e comecei a tocar.

Everything's cool yeah,
Tudo legal, yeah
It's all gonna be okay yeah,
É, tudo vai ficar bem sim,
And I know
E eu sei
Maybe I'll even laugh about it someday
Talvez eu viva e ria disso algum dia
But not today, no
Mas não hoje, não
'cuz I don't feel so good
Porque eu não me sinto muito bem
I'm tangled up inside
Eu estou confusa por dentro
My heart is on my sleeve
Meu coração está na minha luva
Tomorrow is a mystery to me
O amanhã é um mistério para mim

And it might be wonderful
E pode ser maravilhoso
It might be magical
Poderia ser mágico
It might be everything I've waited for
Pode ser tudo que eu esperava,
A miracle
Um milagre
Oh but even if I fall in love again with someone new
Oh, mas mesmo se eu me apaixonar novamente por um novo alguém
It could never be the way,
Nunca poderia ser da forma
I loved you
Como eu te amei

 O olhei de canto de olho e ele estava olhando pras minhas mãos e com um belo sorriso de lado, eu nunca sentira tanta falta de algo assim. Então voltei à atenção pro teclado, mas por pouco tempo até perceber que ele me olhava.

Letting you go is
Deixar você ir é
Making me feel so cold, yeah
Fazer com que eu sinta muito frio, yeah
And I've been
E eu fui…
trying to make believe it doesn't hurt
E eu tenho tentado acreditar que isso não me fará mal
But that makes it worse, yeah
Mas isso faz com que seja pior, yeah
See I'm a wreck inside
Veja, eu estou dentro de um naufrágio
My tongue is tied and my
minha lingua está amarrada
whole body feels so weak
E sinto todo meu corpo muito fraco
The future may be all I really need
O futuro pode ser tudo o que eu realmente preciso

And it might be wonderful
E pode ser maravilhoso
It might be magical
Poderia ser mágico
It might be everything I've waited for
Pode ser tudo que eu esperava,
A miracle
Um milagre
Oh but even if I fall in love again with someone new
Oh, mas mesmo se eu me apaixonar novamente por um novo alguém
It could never be the way,
Nunca poderia ser da forma
I loved you
Como eu te amei

Like a first love
Como um primeiro amor
My one and only true love
Meu único e verdadeiro amor
Wasn't it was written all over my face?
Yeah
Não está escrita na minha cara
yeah
I loved you like you loved me,
Eu te amo como você me amou,
Like something pure and holy
Como algo puro e santo
Like something that can never be replaced
Como algo que nunca pode ser substituído

And it was wonderful,
E foi maravilhoso,
It was magical
Foi mágico
It was everything I've waited for
Foi tudo que eu esperei
A miracle
Um milagre
And if I should ever fall in love again with someone new,
E se eu algum dia tiver que me apaixonar outra vez por alguém novo
It could never be the way ...
Nunca poderia ser o caminho...
No it will never be the way ...
Não, nunca será o jeito
I loved you.
Que eu amei você.
************************************************************************

CONTINUA...

Um comentário:

  1. Ahhhh muitoo lindooooooooooo !!!!!!!
    Estou chorandooo!!!!!!!

    ResponderExcluir